Dia 1 – Sábado

O primeiro dia nunca é muito aproveitado. Chegámos à Madeira, tratámos logo de ir buscar o carro que tínhamos alugado e seguir para o apartamento. A Madeira parece pequena mas ainda se demora a chegar de um lado ao outro. Do aeroporto ao apartamento era uma distância de 20km e demorámos mais de meia hora a fazer este percurso. Rapidamente passámos pelos penhascos que já tínhamos ouvido falar, por túneis e mais túneis mas tudo muito bonito.

Fomos às compras já para preparar algumas refeições e para o jantar fiz este cachorro. Comida que o Jorge adora mas eu nem por isso.

 

Dia 2 – Domingo

 

      

Começamos o segundo dia arrancando do apartamento por volta das 10:00. Aliás quase todos os dias acordávamos às 9:00 e depois tínhamos 1h para nos arranjarmos e tomar o pequeno-almoço calmamente. Todos os dias planeávamos os locais e cidades que tínhamos que visitar.

Neste dia percorremos os seguintes pontos:

  1. Ponta do Sol
  2. Calheta
  3. Jardim do Mar
  4. Ponta do Pargo
  5. Porto Moniz (piscinas naturais)
  6. São Vicente

Vi paisagens mesmo bonitas na Madeira, que nem dá para explicar por palavras mas a parte das piscinas foi sem dúvida o local que mais gostei. É do mais bonito que há.

 

Dia 3 – Segunda-Feira

 

      

Neste terceiro dia percorremos os seguintes locais:

  1. Grutas de São Vicente
  2. Ponta Delgada
  3. São Jorge
  4. Santana (Parlatório e casas típicas)
  5. Pico Ruivo
  6. Faial
  7. Porto da Cruz
  8. Ponta de São Lourenço
  9. Caniçal

Se tivesse que escolher um segundo local como preferido seria sem dúvida a praia que encontramos em São Jorge (local onde tirei esta foto panorâmica). Um local praticamente deserto, lindo, que transmite uma paz nunca antes sentida.

Dia 4 – Terça-Feira

 

Locais Visitados:

  1. Campanário
  2. Cabo Girão (entrada gratuita)
  3. Câmara de Lobos
  4. Teleférico Funchal (16€ p/ pessoa)
  5. Monte Palace museu (12.5€ p/ pessoa)
  6. Museu Cristiano Ronaldo (5€ p/ pessoa)

Começamos o dia indo ao Cabo Girão, um local cheio de gente, mal dá para espreitar para baixo, mas é muito bonito estar a tamanha altura. Vê-se o sol sobre o mar.

O Monte Palace também aconselho toda a gente a ir, tem muita coisa para ver. É uma mistura de Portugal com o Japão, cheio de natureza por todo lado. Para o visitar precisam de umas 3h.

E sendo fã do CR7 disse logo que queria ir ao museu, para quem o aprecia enquanto jogador, pessoa aconselho a visitar.

Um outro assunto que vos quero falar é que na maior parte dos dias nós saímos de casa de manhã e só voltávamos ao fim do dia, portanto, várias vezes eu cozinhava à noite ao jantar e colocava nestes recipiente que comprei para fazer marmitas. De manhã antes de sairmos de casa eu aquecia e à hora do almoço estava morno, dava perfeitamente para se comer bem. Comemos fora pouquissímas vezes e estivemos na Madeira uma semana. Provámos só o que era típico mesmo. Tanto eu como o Jorge ainda queremos fazer várias viagens, portanto no que podemos economizámos já a pensar na próxima 🙂

Dia 5 – Quarta-Feira

 

 

Locais por onde andámos neste dia:

  1. Câmara de Lobos
  2. Caniço
  3. Santa Cruz
  4. Machico
  5. Pico do Facho
  6. Carrinhos de Cesto (30€ p/ 2 pessoas)

Sobre este dia, o conselho que tenho a dar é para não fazerem como eu. Não tenham a ideia de ir a pé até ao local onde estão os carrinhos de cesto. O Jorge não quis pagar táxi e fez-me ir a pé. Eu disse mal da minha vida! Aquilo sobe a pique mesmo, eu andava um bocado e parava, andava e parava… Demorámos uns 50 minutos a chegar lá a cima, era uma distância de 2 km. Se fosse um caminho normal, o máximo 20 minutos chegava e sobrava para percorrer esta distância. Portanto, vão de taxi ou teleférico. Não há dinheiro que pague!

 

Dia 6 – Quinta-Feira

 

Locais que visitámos neste dia:

  1. Faja do Penedo
  2. Santana
  3. Parque Temático da Madeira (6€ p/pessoa)
  4. Paúl da Serra
  5. Ribeira Brava

Gostei muito de visitar o parque temático da Madeira. Passámos lá parte da tarde, podem andar de barco num lago, conhecer a história da Madeira, experimentar um simulador onde mostra vários locais da Madeira. Podem saltar de trampolim…

 

Considerações sobre a Madeira:

Vale muito a pena ir à Madeira, vêm paisagens lindas mesmo, se quiserem gastronomia lá também tem. Das poucas vezes que comemos fora, comemos muito bem, fomos muito bem servidos e atendidos.

As pessoas em qualquer lado são muito simpáticas. Portanto se me perguntarem: voltavas lá?

– Claro que voltava, gostei muito. Tinha lá ficado mais tempo.

 

 

 


MartaPinto

Como já perceberam pelo nome do blog, sou uma pessoa que normalmente só penso depois de falar. Gosto muito de cozinhar, salgados em particular, sou criativa, empenhada e geralmente só digo asneiras :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: